Sérgio Luís e Guy Manuel

Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/ADLRA/PSS/SLGM
Title type
Atribuído
Date range
1924 Date is certain to 2009 Date is certain
Descriptive dates
1924 - 2009
Dimension and support
8 cx. (48 col., 38 cad., 941 f., 8 env., 23 fotografias, 4 negativos, 1 água-forte, 1 liv., 9 postais); papel, metal, película
Extents
8 Caixas
Biography or history
Sérgio Luís Henriques de Almeida Fernandes nasceu a 30 de setembro de 1921, em Praia da Granja, filho primogénito de Luís Fernandes, professor de desenho, músico e escultor.

Aos 13 anos, uma doença desconhecida marcou-o profundamente, impedindo-o de fazer uma vida normal. Tornou-se pensativo e leitor assíduo. Aos 15 anos, após um desenvolvimento fenomenal das suas capacidades artísticas, começou a enviar desenhos para publicação no jornal infantil "O Papagaio".

Foi frequentador assíduo de cinema e da biblioteca do advogado e professor António G. Mattoso, seu vizinho do mesmo prédio e andar, onde selecionou obras sobre a evolução e a origem das espécies, civilizações antigas e respetivos alfabetos. Estudou esperanto, que acabou por dominar plenamente. A sua desenvoltura artística levou a que fosse admirado por adultos e colegas, sendo convidado para conferências no Liceu Rodrigues Lobo, em Leiria e solicitado para explicações.

Foi então, que criou a personagem "Boneco Rebelde", protagonizando-lhe 4 aventuras publicadas, mais uma vez, n' "O Papagaio": "Viagens do Boneco Rebelde", "O Livro Mágico", "Uma Aventura no País dos Insetos" e "Novas Aventuras do Boneco Rebelde".

Aos 16 anos, a família mudou-se para Lisboa, por motivo da sua doença e do prosseguimento dos estudos dos seus três irmãos. Foi-lhe, então , diagnosticada uma tuberculose renal.

Sempre fascinado pelo cinema, foi frequentador assíduo dos cinemas Europa e Paris e ocupou o seu tempo na planificação, organização e elaboração dos primeiros filmes de desenhos animados portugueses, alguns dos quais posteriormente exibidos nos cinemas Europa e Jardim Cinema (As películas originais encontram-se depositadas na Cinemateca Portuguesa). O tema do 1º filme era o anúncio dos dez minutos de intervalo, no qual o Boneco Rebelde tirava o relógio do bolso, mostrando-o aos espetadores.

Era ampla a sua área de interesses, tendo sido levado a montar um esqueleto de um galo, construir um microscópio, um sextante, um sistema para transmissão em Morse e um óculo para observação dos astros e a partir das observações feitas, executar o hemisfério lunar, primeiro em plasticina, depois em gesso.

Continuou a colaborar n' "O Papagaio", que publicou a versão quadriculada de "História do Egito", "História da Índia", "História da Arábia", "História da Fenícia" e "História da Pérsia". Teve ainda, histórias de banda desenhada publicadas no "Pim-Pam-Pum!" e teve participação técnica em "Engenhocas e Coisas Práticas" e "O Passatempo".

No entanto, a sua preserverança não pode libertá-lo da sua patologia, que acabou por vitimá-lo, aos 21 anos de idade, em Lisboa, a 24 de janeiro de 1943.



O segundo filho de Luís Fernandes, Guy Manuel Henriques de Almeida Fernandes, nasceu a 24 de março de 1923, em Leiria. Tal como o irmão, desde cedo revelou a sua apetência para o desenho, sendo notável a sua evolução artística, a partir dos 10 anos de idade.

Tinha grande interesse por exercícios de ginástica (natação, salto em altura, etc), mas desenhar era a tarefa que sempre se manifestou de forma natural.

Com apenas 14 anos, viu os seus primeiros trabalhos publicados (em colaboração com o irmão) no livro "O Valor da Vontade na História Nacional", de Américo Cortez Pinto.

Aos 15 anos, começou a enviar trabalhos para publicação n' " O Papagaio", onde colaborou até ao final da sua curta vida. Ilustrou a história "Aventuras de Gonçalo, o Menino Fugido" e publicou aí a sua última história aos quadradinhos, "A Lenda dos Argonautas".

Tal como o irmão, também foi convidado a participar nas conferências do Liceu Rodrigues Lobo, onde escolheu o tema "A Arte e a Vida", sobre o qual dissertou, desenhando simultaneamente, no quadro, cópias de animais.

Aos 16 anos, em Lisboa, frequentou o último ano do Liceu Normal de Pedro Nunes. No ano seguinte, foi admitido no curso de Arquitetura, na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, começando, por interesse pessoal, a frequentar as aulas de Anatomia.

Continuou a conjugar os estudos com a integração de trabalhos em várias publicações: "Pim-Pam-Pum!", "Ação Infantil" e "O Faísca"; em livros da coleção "Contos de Encantar", em "Bicharada Endiabrada", de Lídia C. S. Pereira e ainda, "O Passatempo", "Estandarte", "Diário Popular", Diário de Lisboa", "Renascença", O Comércio do Porto", Engenhocas e Coisas Práticas", "Microfone" e "O Senhor Doutor".

A 24 de janeiro de 1943, quando frequentava o 2º ano do curso de Arquitetura, sofreu o desgosto da morte do seu irmão. Pouco tempo antes, tinha sido convidado a colaborar no livro "A Caça no Império Português", de Henrique Galvão, José de Freitas Cruz e António Montês, publicado em fascículos pela edtorial " O Primeiro de Janeiro". Nessa altura, passou a ocupar o tempo disponível no Jardim Zoológico, a fim de tentar captar as características globais de animais selvagens.

Na altura do Carnaval, adoeceu com uma peritonite, que degenerou em tuberculose galopante. Ainda concluiu as ilustrações do primeiro fascículo da obra "A Caça no Império Português", antes de falecer a 5 de agosto de 1943, com apenas 20 anos.
Custodial history
Esta documentação esteve sob custódia da família, nomeadamente, da irmã, Lia Fernandes, até 2012.
Acquisition information
Entregue em depósito, a 20 de julho de 2012, por Lia Fernandes e sua irmã, Cristina Guimarães, por intermédio de José Oliveira.
Scope and content
Contém desenhos, esboços, apontamentos , projetos e publicações da obra em banda desenhada e de ilustrações de Sérgio Luís e Guy Manuel. Contém ainda, documentação produzida e coligida por Lia Fernandes sobre os seus irmãos.
Arrangement
A estrutura e organização da documentação foi mantida, tal como foi incorporada, tendo como base o inventário de Lia Fernandes.
Other finding aid
ARQUIVO DISTRITAL DE LEIRIA - Catálogo do fundo Sérgio Luís e Guy Manuel [Texto policopiado]. [s.n.], 2013.
Publication notes
DEUS, António Dias de; SÁ, Leonardo De - Os Comics em Portugal : uma história da banda desenhada. Lisboa : Cotovia : Bedeteca, 1997. ISBN 972-8423-04-7 COTRIM, João Paulo, ed.lit. - Os bonecos rebeldes de Sérgio Luiz & Güy Manuel. Lisboa : Bedeteca, 1999. ISBN 972-8487-08-8. Luiz, Sérgio – Aventuras do Boneco Rebelde. Lisboa: Edições Baleia Azul: Bedeteca de Lisboa, 1999. ISBN 972-8515-03-0.
Notes
Nota ao elemento de informação "Título": a grafia original dos nomes dos produtores deste fundo é: Sérgio Luiz e Güy Manuel.